logo
carrinho blog

Remata

REMATA 2
Previous Image Zoom Next Image
  • REMATA 2
  • REMATA 1
  • REMATA 3
 
  1. $80.00

Inicia-se abrindo uma carta do monte. O jogador da direita deve dizer em voz alta uma palavra iniciada com a letra / boquinha sorteada. Se conseguir, poderá descartar uma de suas cartas que seja da mesma cor, ou que possua a mesma Boquinha, para que o jogador seguinte repita o mesmo. Assim, cada jogador, ANTES de descartar uma carta, deverá falar uma palavra, que é a condição para continuar jogando. As palavras devem ser memorizadas e não podem ser repetidas.

Conteúdo: 124 cartas, nas cores vermelho, amarelo, azul e verde, com Boquinhas e suas letras, lembrando que o nome da letra nem sempre corresponde ao seu som. A associação é baseada na regularidade entre articulema e fonema. Destas, 92 correspondem às letras, 8 coringas, 8 cartas proibido jogar, 8 cartas de inversão do sentido do jogo e 8 cartas de comprar mais duas cartas.Um quadro de todas as Boquinhas (articulemas) e suas respectivas letras (grafemas), que podem auxiliar na escrita das palavras e frases.

Recomendações: Idade: a partir de 5 anos ou do início da aquisição da leitura e escrita. Participantes: de 2 a 10 participantes.

  • Fixar o domínio das letras e seu uso na escrita. Esse domínio se constitui na fase de aquisição da escrita alfabética, com a compreensão da conversão fonema/grafema, ou seja, som/letra, que aqui é viabilizada pela ferramenta Boquinhas – articulemas.
  • Desenvolver a consciência fonêmica que é a percepção acústica do som da letra “dentro” da palavra de acordo com a sequencia de sua ocorrência.
  • Desenvolver a consciência fonoarticulatória, que é a percepção do gesto articulatório ao se pronunciar a letra. Esses desenvolvimentos são fundamentais para a aquisição da leitura e escrita e do princípio alfabético da Língua Portuguesa.
  • Fixar e usar os conceitos gramaticais de substantivo/verbo/adjetivo e geração de frases, como base da Língua Portuguesa.
  • Desenvolver raciocínio. REMATAR suas cartas, ou seja, ficar sem nenhuma.